Desequilíbrio Hormonal: Será que Tenho?

Ui as hormonas! Em qualquer idade e circunstância, mas sobretudo durante a puberdade, a gravidez, e depois, no longo e árduo caminho até à menopausa, elas podem de facto dar-nos muito trabalho e causar-nos alguns dissabores. Por isso, é preciso estarmos atentas, agradecer tudo o que as hormonas fazem por nós, e fazer todos os possíveis para manter as nossas hormonas felizes (aceitando as flutuações).

Produzidas pelas glândulas que integram o nosso sistema endócrino, as hormonas são químicos que circulam pelo corrente sanguínea. E são mesmo muito importantes, porque coordenam várias funções no nosso corpo, dando sinais e ordens a órgãos, músculos e tecidos. As hormonas são responsáveis pelo equilíbrio dos ciclos menstruais e capacidade fértil (por isso a regularidade e características do nosso ciclo menstrual é tão importante para perceber como estão as nossas hormonas, e têm um impacto importante na regulação do sono e do humor, no controlo da inflamação no organismo, na regulação do stress, no peso, na saúde da pele, do cabelo e das unhas, e até no bom funcionamento do sistema cardiovascular.

Sim, é muita coisa, mas é natural quando pensamos que temos cerca de 50 hormonas diferentes no nosso organismo. Os níveis hormonais, claro, não são constantes. Tal como circulam pelo nosso corpo, as hormonas flutuam. Pode acontecer uma oscilação natural (como no ciclo menstrual e as suas diferentes fases) mas também pode haver um desequilíbrio hormonal, que surge quando produzimos muito poucas ou demasiadas hormonas. É sobre isso que vamos falar.

10 sinais de desequilíbrio hormonal

Como vimos, os níveis de hormonas flutuam naturalmente e podem também ser afetados pelo estilo de vida (aquilo que comemos, como dormimos, a atividade física e os níveis de stress a que nos expomos, por exemplo) e por certas condições médicas. E embora não as vejamos, porque circulam pelo nosso corpo, as hormonas mandam-nos sinais, que nos indicam que pode haver um desequilíbrio que é preciso ajustar.

Estes são alguns sintomas bastante comuns que podem indicar que as suas hormonas estão a precisar de mimo.

1. Alterações de humor

O estrogénio, a hormona sexual feminina, tem um efeito sobre os neurotransmissores no cérebro, incluindo a serotonina (o químico responsável pelo bom humor). As flutuações de estrogénio podem causar a irritabilidade e hipersensibilidade características do síndrome pré-menstrual (SPM) ou até a depressão que muitas vezes se instala durante a perimenopausa (a fase que antecede a menopausa, quando a mulher deixa de ter o período durante 12 meses seguidos)

2. Períodos abundantes ou dolorosos

Os desequilíbrios nos níveis de estrogénio também podem estar relacionados com um fluxo menstrual abundante e dores durante a menstruação. É preciso perceber a sua causa e avaliar se não estamos perante outro problema no útero.

3. Perda de libido

Muito comum durante a perimenopausa e a menopausa, devido à queda dos níveis de estrogénio e testosterona (sim, as mulheres também têm) a perda de libido ainda é tabu para muitas mulheres. Pode revelar um desequilíbrio hormonal.

Será que tenho um desequilíbrio hormonal?

4. Insónias e sono de má qualidade

A diminuição progressiva de produção de estrogénio e progesterona pode ter um impacto negativo na qualidade do sono, sobretudo durante a perimenopausa e a menopausa. A diminuição dos níveis de estrogénio pode também contribuir para os suores noturnos que perturbam o sono, contribuindo para a fadiga e a falta de energia.

5. Aumento de peso

O aumento de peso está muitas vezes relacionado com problemas hormonais (como o hipotiroidismo, no qual a glândula tiroide não produz hormonas suficientes, impactando o nosso metabolismo). Na menopausa, as alterações hormonais podem aumentar a probabilidade de ganhar peso à volta do abdómen, criando a “menopause belly”.

6. Problemas de pele e de cabelo

As hormonas influenciam a saúde da pele, do cabelo e das unhas. Por exemplo, a acne crónica em mulheres adultas pode ser um sinal de baixos níveis de estrogénio e progesterona. Os desequilíbrios hormonais durante a gravidez podem causar melasma, ou também comichão na pele, e durante a menopausa, muitas mulheres sofrem de pele seca.

7. Problemas de fertilidade

Níveis elevados de hormona folículo-estimulante (FSH) podem reduzir as hipóteses de uma mulher engravidar, enquanto níveis baixos de hormona luteinizante (LH), que estimula os ovários a libertar um óvulo e a começar a produzir progesterona, podem também causar problemas de fertilidade.

8. Dores de cabeça

Antes, durante e imediatamente a seguir ao período. Muitas mulheres sofrem de dores de cabeça devido a alterações ou desequilíbrios hormonais durante o ciclo menstrual, a gravidez ou a menopausa.

9. Problemas de ossos

A queda dos níveis de estrogénio durante a perimenopausa e a menopausa pode causar perda óssea. Em casos mais graves, provoca mesmo a osteoporose. Por isso é importante fazer exercício físico de fortalecimento muscular e adotar uma dieta equilibrada rica em cálcio e vitamina D, para proteger os ossos.

10. Secura vaginal

De novo, a queda nos níveis de estrogénio, especialmente durante a perimenopausa e a menopausa, a causar estragos, provocando secura vaginal.

Será que tenho um desequilíbrio hormonal?

Como restaurar o equilíbrio

Agora que já sabemos tudo o que as hormonas podem fazer para baralhar e perturbar a nossa vida, vamos à parte boa: tudo o que podemos fazer para restabelecer o equilíbrio e manter as nossas hormonas tranquilas e bem. Felizmente, há muitas maneiras de ajudar o nosso corpo a restaurar a paz no que toca às hormonas, usando o poder das plantas e de forma totalmente natural.

As Cápsulas Super Mulher são a maneira mais direta (e incrível!) de atacar o problema dos desequilíbrios hormonais. Formuladas com plantas adaptogénias, como a Shatavari, Ashwagandha, Amla e Reishi, são maravilhosas para regular o sistema hormonal e reprodutivo feminino, equilibrando níveis de energia, a produção de cortisol, o humor e a qualidade do sono.

Para lidar melhor com o stress, a ansiedade e a irritabilidade que podem estar a dizer-nos que as nossas hormonas não estão bem, a bebida solúvel Calma, com cacau, cogumelos reishi e shatavari, e ashwagandha, o anti-depressivo natural, é perfeita. Uma maneira deliciosa de equilibrar corpo e mente, num estado subtil de tranquilidade e bem-estar.

Sem esquecer a importância de um bom descanso e de um sono retemperador, muitas vezes desestabilizados devido a alterações hormonais. As nossas Gotas Dormir com plantas medicinais selecionadas para ajudar a combater o stress, e aliviar a tensão, são super fáceis de tomar (4 pipetas em água ao jantar ou antes de dormir) e o princípio de um sono tranquilo.